Anomalias Visuais

MIOPIA
O míope tem dificuldade em ver nitidamente ao longe, mas consegue ver bem ao perto. Como o míope tem uma distância entre a córnea e a retina demasiado grande, costuma-se dizer que tem o olho demasiado longo.
Primeiros Sintomas
Dores de cabeça, fadiga ocular, um franzir de olhos para ver com nitidez ao longe ou a ler um livro demasiado perto dos olhos podem ser sintomas de miopia.
Compensação
A miopia é compensada com uma lente divergente também conhecida por côncava, que permite que as imagens se formem nitidamente sobre a retina.

HIPERMETROPIA
O hipermatrope tem dificuldade em ver ao perto, mas vê bem ao longe. A hipermetropia é causada por um crescimento insuficiente do globo ocular. Pode-se dizer que o olho é demasiado curto.
Primeiros Sintomas
Dores de cabeça, fadiga ocular e olhos lacrimejantes, sobretudo ao fim do dia. Muitas pessoas ignoram que são hipermétropes porque fazem um esforço permanente de acomodação, mais evidente com o passar dos anos. Por essa razão, uma hipermetropia ligeira pode passar despercebida até aos 40/50 anos. Uma hipermetropia forte é muitas vezes detectada ainda em criança, também por ser frequentemente acompanhada de estrasbismo.
Compensação
A hipermetropia é compensada com uma lente convergente também conhecida por convexa, que coloca a imagem sobre a retina, possibilitando assim a formação de imagens nítidas.

ASTIGMATISMO
O astigmata tem dificuldade em ver ao perto e ao longe. A ausência de uma percepção clara dos contrastes entre linhas verticais, horizontais e oblíquas tem como origem a curvatura irregular da córnea, mais avalada do que redonda.
Primeiros Sintomas
A visão desfocada, fadiga ocular e dores de cabeça, estas últimas do esforço por ver nitidamente, são os
principais sintomas do astigmatismo. O astigmata confunde símbolos próximos, como o H, o M e o N. Esta anomalia aparece frequentemente associada a outras insufuciências como a miopia, a hipermetropia e a presbiopia.
Compensação
O astigmatismo é compensado com uma lente tórica ou cilíndrica, que corrige as curvas da córnea e direccionam os raios de luz para um único ponto.

PRESBIOPIA
O presbita tem dificuldade em ver ao perto. E a presbiopia, mais normalmente conhecida por vista cansada, é uma evolução natural da visão, que se manifesta em todas as pessoas, geralmente a partir dos 40 anos. O cristalino perde elasticidade e consequentemente capacidade de acomodação resultando numa crescente dificuldade em ver bem ao  perto.
Primeiros Sintomas
Dores de cabeça, fadiga ocular, o parecer que os braços são demasiado curtos para ler o jornal e a dificuldade em enfiar uma agulha são os primeiros sintomas da presbiopia.
Compensação
A presbiopia é compensada por vários tipos de lentes. A forma de saber quais as mais adequadas é conhecer as actividades profissionais ou de lazer do presbito.